terça-feira, 21 de agosto de 2007

E puff!


E puff! Assim sem mais nem menos, Luís Filipe Vieira despede um treinador e vai buscar outro em menos de 12 horas. A atitude do presidente do Benfica foi de uma baixaria tal que me custa a acreditar que ele seja um bom gestor de recursos humanos. Não o é com certeza.

A saída de Fernando Santos parecia inevitável. Aliás, o ex-treinador do Benfica parecia ter o seu destino traçado desde Maio deste ano. Parece-me que o grande problema aconteceu nesse mesmo mês: Luís Filipe Vieira esperava, certamente, a demissão do treinador no final da época. Isto já se havia passado com Camacho, Trapattoni e Koeman. Por que haveria Fernando Santos de resistir? Não iria, por certo. Mas resistiu. Resistiu e começou a preparar a nova época do Benfica com grande antecedência. Aí, Vieira percebeu que como Fernando Santos não se demitia, teria de ser ele mesmo a arranjar uma maneira de o mandar às urtigas.

Começou por dizer que manteria as bases das últimas épocas e que o Benfica teria obrigatoriamente de ser campeão devido a uma planificação perfeita. Fernando Santos manteve-se calado. Depois começou por vender Karagounis e por não manter Miccoli. Afastou José Veiga, o "anjo da guarda" de Fernando Santos, do cargo de director geral do futebol. Imediatamente após Fernando Santos ter dito que "seria um pesadelo perder Simão", o presidente do Benfica "desfaz-se" do melhor jogador do plantel por 20 milhões de euros em vez do valor da cláusula de rescisão, que ele tantas vezes falara. Como se isto não bastasse, e para colocar mais pressão num Fernando Santos cada vez mais fragilizado, Vieira afirma que "este é o melhor plantel dos últimos dez anos!". Só faltava perder o Manuel Fernandes... e perde-mo-lo. "Ai, nunca me passou pela cabeça que alguém pagasse 18 milhões pelo Manuel." Das duas uma: ou és burro ou és mentiroso. E como sei que não és burro...
Agora só falta perder o Nuno Gomes. Esperem até dia 31 e verão. Espero estar enganado.

Vieira diz que Camacho só foi contactado depois de Fernando Santos ter saído. Então por que razão saiu Veiga? Por que é que Camacho e Vieira passaram férias juntos?

Que fique bem clara uma coisa. Gosto de Camacho e estou-lhe grato pelo que fez na sua primeira passagem para o Benfica. Mas desta vez terá de fazer muito mais e melhor, pois a situação em que nos encontramos é francamente pior. Camacho não tem a matreirice, a astúcia nem a cultura táctica de um Trapattoni, nem se calhar a do Santos. Mas tem mão no plantel e sabe gerir. É um líder por natureza, algo que Fernando Santos não era, e é disso que nós precisamos.

O meu benfiquismo diz que o melhor é ver Camacho no banco de suplentes. A minha racionalidade não. Espero que o benfiquismo tenha razão.

Nenhum comentário:

Sobre o Blog

De um benfiquista para os benfiquistas. Este é um blog para todos os que, diariamente vivem e respiram Benfica. Viva o Sport Lisboa e Benfica!

Visitantes



  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP