sexta-feira, 17 de agosto de 2007

O Mau, o Péssimo e o Vilão

Para quem não viu ontem o documentário sobre Pinto da Costa, ficam aqui os pontos essenciais do que se passou na RTP:

1 - Todos os amigos ou ex-amigos de Pinto da Costa tinham nos seus pulos brutos relógios de ouro. Nenhum dos inimigos tinha um relógio de ouro. Coincidência? Eu acho que não.

2 - Pinto da Costa, mais que um presidente é um expert em criar inimigos e fazer guerrilhas, à semelhança do que se passa em países sub-desenvolvidos. Numa célebre conferência de imprensa convocada para o pavilhão das Antas, disse que poderia estar lá uma bomba, mas que nem ele nem os portistas sairiam. Afinal não houve bomba nenhuma, e claro, o pavilhão não foi pelos ares. É pena.

3 - Para além de ter mandado agredir o vereador Ricardo Bexiga, também já mandou bater em Rui Rio e em Pacheco Pereira. As semelhanças com os ditadores sanguinários da História Mundial já são muitas. Mas mesmo assim não conseguiu vencer as eleições com Francisco Assis.

4 - O depoimento dado por um amigo e penso que ex-dirigente portista:

Repórter - O que é que Pinto da Costa seria capaz de fazer pelo FC Porto?
Amigo - Tudo.
Repórter - O que é tudo?
Amigo - É tudo.
Repórter - Não consegue dar um exemplo?
Amigo - ... era capaz de tudo menos de vender a mãe e a filha.

Está tudo dito.

5 comentários:

Futebol Benfica disse...

Apoiado. Acho que foi um documentário excepcional. Corajoso! Há que dizer as verdades!

Anônimo disse...

o porco da costa foi bem retratado: um grande filho de puta, não fica a menor duvida.

Anônimo disse...

porcos de merda

Anônimo disse...

puta que vos pariu mouros de merda

Peter disse...

Finalmente a verdade começa a vir ao de cima.

Sobre o Blog

De um benfiquista para os benfiquistas. Este é um blog para todos os que, diariamente vivem e respiram Benfica. Viva o Sport Lisboa e Benfica!

Visitantes



  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP