segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Eis o Benfica


Agora sim. Começo a ver o Benfica jogar à Benfica. Ontem, na Madeira, frente ao sempre complicado Nacional, o Benfica deu uma prova clara das suas reais capacidades vencendo de forma contundente a equipa insular.

O Benfica já começa a mostrar aquilo que faltou na era Fernando Santos: a garra e a atitude que fazem com que os nossos adversários tenham medo e recuem no terreno. Assim, foi logo mais fácil começar a jogar o bom futebol de ataque, imagem de marca das equipas orientadas por José Antonio Camacho. Aos três minutos, após jogada iniciada pelo melhor jogador em campo, Angél Di María, Cardozo fica isolado frente a Diego Benaglio, mas falha o golo. Golo esse que não tardaria muito mais tempo, pois após um erro crasso do guardião suíço, o oportuno e atento Cardozo aproveita para por o Benfica na frente do marcador. Com a vantagem segura, o Benfica acabaria por adormecer, deixando que o Nacional tomasse conta da partida, tendo alguma posse de bola, mas sem criar grandes lances de perigo, apenas dois, a que Quim, muito seguro, se opôs muito bem.

Na segunda parte, o Benfica entro a meio-gás, mas as jogadas de perigo, preferencialmente pelo lado esquerdo, iam-se sucedendo, sempre com a participação do lateral Léo, e o Benfica ia crescendo aos poucos. Tempo ainda para dois falhanços de Nuno Gomes, que, apesar de não ter estado muito mal, se continuar assim arrisca-se a perder o lugar na equipa. Luís Filipe também não esteve mal, apesar de não ter estado tão bem como o lateral esquerdo. Os centrais Miguel Vítor e Katsouranis também estiveram bem, e é bom reparar que é o terceiro jogo consecutivo destes dois sem sofrer golos. Mas o 0-1 era perigoso, pois o Nacional em contra-ataque poderia chegar ao empate. Eis que surge Rui Costa. Slalom genial do maestro, que finta quatro adversários e ainda á entrada da área remata cruzado, sem hipóteses de defesa para Diego. Estava feito o 0-2 e o Benfica matava assim o jogo.


Mas equipa treinada por Camacho não fica satisfeita com 2. Quer 3. E foi o que fez. Boa jogada de Maxi Pereira que frente a Benaglio finta-o e ganha o penalty. Cardozo não perdoou e fez, com um remate fulminante o 0-3. O Nacional já não incomodava, um Benfica guiado no ataque por Di María e Rui Costa, e guiado na defesa por um "6", Petit, que vale por dois!

Tempo ainda para as substituições, com as entradas de Maxi Rodriguez e Romeu Ribeiro que não acrescentaram nada ao jogo. Penso que Camacho poderia ter dado alguns minutos a jogadores pouco utilizados como Bergessio ou Miguelito.

Uma vitória tranquila do Benfica, que tem agora duas semanas para recuperar os jogadores cansados e lesionados, podendo assim afinar a máquina para o jogo com a Naval e depois com o AC Milan. Esta paragem vem mesmo a calhar. Daqui para a frente quero mais como ontem. Assim podemos ganhar alguma coisas, este ano. "Hay que salir a ganar!".

Ficha de jogo

Bwin Liga - 3ª jornada
Estádio Engº Rui Alves, Funchal
Árbitro: Bruno Paixão (AF Setúbal)
Assistência: 4 500 espectadores

CD Nacional

Diego Benaglio; Patacas (cap.), Ricardo Fernandes, Ávalos e Alonso; Cléber, Bruno Amaro (José Vítor, ao int.), Juliano Spadacio e Fellype Gabriel; Lipatin (Ricardo Pateiro, 73 min) e Edu Sales (Cássio, ao int.)
Suplentes não utilizados: Rafael Bracali, Fernando Cardozo, Juninho e João Coimbra
Treinador: Pedrag Jokanovic

SL Benfica

Quim; Luís Filipe, Katsouranis, Miguel Vítor, e Léo; Petit, Rui Costa, Maxi Pereira, Nuno Gomes (cap.) (Christian Rodriguez, 63 min) e Di María (Romeu Ribeiro, 83 min); Cardozo
Suplente não utilizados: Butt, Edcarlos, Miguelito, Nuno Assis e Bergessio
Treinador: José Antonio Camacho

Disciplina: Cartão amarelo a Cléber (24 min) e Diego Benaglio (75 min); Miguel Vítor (58 min), Katsouranis (62 min) e Romeu Ribeiro (90+2 min)

Marcadores: 0-1 por Cardozo (18 min); 0-2 por Rui Costa (69 min); 0-3 por Cardozo (76 min, de g.p.)

Melhor em campo: Angél Di María

2 comentários:

NP disse...

O João Coimbra não tinha sido titular do Nacional nas duas jornadas anteriores? Foi "castigado" por algum motivo?

JNF disse...

Foi "castigado" com uma ida para o banco com o regresso do titularíssimo Bruno Amaro. Só isso.

Sobre o Blog

De um benfiquista para os benfiquistas. Este é um blog para todos os que, diariamente vivem e respiram Benfica. Viva o Sport Lisboa e Benfica!

Visitantes



  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP