terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Observador - com o olho do c* (a completar pelo leitor)

Começa a ser um hábito. Por mim, já devia fazer parte do programa de História e Geografia de Portugal no 2º ciclo. Quando o Benfica joga naquele estádio, o mais certo é ser altamente prejudicado. Felizmente, não há regra sem excepção. Desta vez o Benfica foi altamente beneficiado pela arbitragem de Pedro Proença, esse exemplo de isenção, especialmente quando arbitra o Benfica. Fomos ajudados pela equipa de arbitragem no Dragão, não haja dúvida. Yebda, por mim, devia ter ido para a rua e ainda por cima o Suazo tenta agredir com a sua coxa os pitons de Bruno Alves.

No lance da suposta grande penalidade, acho que Reyes faz mesmo falta sobre Lucho. Qualquer pessoa vê que o impacto é tão forte e tão intencional que é falta passível de grande penalidade. Por tudo isto, tenho mesmo de concordar com a nota dada pelo observador a Pedro Proença: 2,4, por prejudicar o FC Porto.

P.S. Agora, um bocadinho mais a sério, acho graça ver a coerência dos andrades: o penalty que Suazo sofreu no Restelo não existe e a falta de Reyes sobre Lucho existe? Ou são os dois ou não é nenhum!

P.S. 2 - Miguel Sousa Tavares escreve hoje n' ABOLA que "Se Proença fosse sócio do FC Porto, o que não diriam!". Não é preciso dizer nada caro Miguel. Sócios do Benfica ou do Porto a arbitrar é normal que errem sempre. Não é normal é que errem sempre para o mesmo lado.

Um comentário:

Anônimo disse...

O relatório do observador do árbitro Pedro Proença no jogo FC Porto-Benfica, é por si só motivo suficiente para o Benfica não comparecer à final da Taça da Liga. E a Liga que se lixe, pois a Liga anda a pagar a observadores que não conseguem ver.

Sobre o Blog

De um benfiquista para os benfiquistas. Este é um blog para todos os que, diariamente vivem e respiram Benfica. Viva o Sport Lisboa e Benfica!

Visitantes



  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP